Beleza e Saúde

Comida caseira é uma grande aliada da saúde e do meio ambiente

Em um mundo cada vez mais corrido, separar um tempo para cozinhar pode fazer bem não somente para a sua saúde, mas para o meio ambiente

Ter uma boa alimentação, pode se tornar um desafio bastante penoso para quem possui uma rotina apertada. Isso porque muitas vezes não temos tempo de dar atenção a um dia a dia mais saudável, e acabamos optando por comidas ultraprocessadas, que prejudicam não só o seu organismo, mas todo o meio ambiente.

O que é um alimento ultraprocessado?

Para identificar esse tipo de comida, basta verificar se, em sua composição, possui mais de 5 ingredientes, sendo um deles um aditivo alimentar. São diferentes tipos de componentes desse tipo, como: glutamato monossódico, xarope de milho, óleo de palma, e alguns outros. Somente como exemplo, uma bolacha de água e sal, possui mais de 12 ingredientes.

Resumindo, quanto mais componentes um produto tiver em sua fórmula, maiores serão as chances de ele possuir algum aditivo alimentar. É importante prestar atenção nesse detalhe, pois o consumo regular desses produtos pode contribuir com o aumento de peso, fora um grande número de problemas de saúde.

Sem contar que esses produtos também contribuem para a poluição do meio ambiente, pois como vêm geralmente embalados e acabam gerando mais detritos do que o comum, aumentando assim a quantidade de lixo para ser descartado.

Como a comida caseira contribui para isso?

Cozinhar é uma prática essencial para quem procura ter uma alimentação mais balanceada. Parte disso se deve ao controle maior do que você irá comer, possibilitando assim a criação de uma dieta mais assertiva para o seu organismo, visando o que é melhor para a sua saúde, e os seus objetivos.

Por isso, independentemente de você possuir um local para cozinhar simples, ou até mesmo um fogão 5 bocas, treinar diferentes tipos de receitas, usando ingredientes naturais, ajuda a você não ficar refém de alimentos ultraprocessados ou das comidas de restaurantes. Pois geralmente  as comidas oferecidas em estabelecimentos self-service, ou que servem pratos à la carte, possuem uma quantidade absurda de sódio, contribuindo para um aumento indesejado de peso.

Sem contar que, ao preparar sua comida, você também acaba tendo um custo-benefício muito maior do que comendo em restaurantes, pois consegue montar pratos muito mais elaborados e até mesmo saborosos, gastando muito menos, com uma qualidade maior.

Ter esse tempo dedicado a cozinhar, em muitos casos, ganha contornos terapêuticos, como uma espécie de válvula de escape para os estresses do dia a dia. Além disso, também permite um descarte de detritos mais consciente, diminuindo os impactos no meio ambiente.

O que pode ser feito?

Comprar, ou até mesmo cultivar se puder, alimentos naturais, pode contribuir não somente para a sua saúde, mas também para o meio ambiente. Pois ao elaborar diferentes pratos, é possível aproveitar praticamente tudo que eles têm para oferecer.

Como o exemplo da maçã, que além de poder ser usada para elaborar diferentes receitas com o seu miolo, sua casca pode ser reaproveitada para fazer um chá maravilhoso, assim como cenoura, alface e muitos outros alimentos.

Além disso, quando os alimentos naturais são jogados fora, eles se dissolvem de maneira natural, não deixando nada de muito grave no meio ambiente, ou que irá demorar anos para se decompor, como o plástico, por exemplo, que demora cerca de 450 anos para se desfazer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − um =