Negócios e Política

Antecipar FGTS: como conseguir o adiantamento?

Ter dinheiro guardado para as eventualidades da vida é muito bom, e importante para ter uma vida financeira saudável.

E uma das formas que os trabalhadores têm de guardar dinheiro é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. E se você precisar desse valor, saiba que existem modalidades que permitem antecipar FGTS.

Uma forma bastante conhecida é o saque-aniversário, mas esse benefício pode gerar uma dúvida: optei pelo saque-aniversário e fui demitido, e agora?

Leia este artigo para saber mais sobre FGTS e saque-aniversário.

O que é e como antecipar FGTS?

O FGTS é um direito de todo trabalhador com carteira assinada. A contribuição é feita pela empresa mensalmente com um valor que corresponde a 8% do salário do funcionário. 

Antigamente, o trabalhador só tinha acesso a esse valor em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria e outras situações asseguradas por lei. Mas agora é possível escolher o saque-aniversário e antecipar FGTS.

Como você pode perceber, essa foi uma maneira encontrada para trazer maior segurança ao trabalhador que pode precisar do valor em casos de emergência.

Optando pelo saque-aniversário você terá acesso a esse dinheiro com uma parcela anual, paga de acordo com a data do seu nascimento.

Antecipar FGTS: Como funciona e quem pode fazer a antecipação

Poder antecipar FGTS é uma excelente notícia, mas nem todo mundo sabe o que fazer para garantir esse benefício. 

Todo o trabalhador com carteira assinada tem direito ao FGTS e automaticamente, esse valor fica disponível como saque-rescisão, ou seja, para sacar em caso de demissão sem justa causa.

O que acontece é que muita gente tem esse valor guardado por anos, e deseja usar, nem que seja parte dele para pagar contas, investir, viajar, etc. Nesse caso, você pode solicitar o saque-aniversário. 

E além disso, você pode procurar uma instituição financeira e solicitar a antecipação do saque-aniversário. 

Confira quem pode antecipar FGTS:

  • Maior de 18 anos ou ser emancipado
  •  Possuir saldo em conta ativa ou inativa do FGTS (verifique os valores mínimos para contratação)
  • Ter CPF com situação regular na Receita Federal

Para fazer a antecipação através do saque-aniversário, você terá que disponibilizar as informações do FGTS para a instituição financeira escolhida.

E outro ponto importante: quem opta pelo saque-aniversário e é demitido, pode pegar apenas o valor da multa rescisória de 40% do valor do saldo pago pelo empregador. Continue a leitura para saber mais sobre isso.

Fui demitido, e agora o que acontece com o saque-aniversário?

Essa é uma dúvida bastante comum, e não é sem motivo. Antecipar FGTS é uma solução para ter dinheiro extra. Mas e na hora da demissão, como fica?

Como dissemos antes, quem tem saque-aniversário pode pegar apenas os 40% da multa rescisória. Mas temos uma boa notícia!

Essa não é a única forma para ter acesso ao seu saldo do FGTS. Você pode resgatar todo o dinheiro fazendo uma antecipação do saque-aniversário. 

E vale lembrar que o saque-aniversário não influencia outros benefícios, como o seguro-desemprego. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 6 =