Natureza

Gato, cachorro ou ambos?

Confira algumas diferenças entre eles e veja qual o seu perfil de tutor!  

Ainda que levar um animal de estimação para casa possa parecer uma ideia tentadora, é preciso pensar na grande responsabilidade de ter um pet. Seja ele um gato, cachorro ou até mesmo ambos, é preciso pensar com cuidado sobre essa decisão.

Afinal, ao levarmos um amigo peludo para casa é necessário proporcionar a ele uma boa qualidade de vida, além de carinho e atenção. Aliás, isso vale para qualquer animal de estimação, seja qual for sua escolha.

Então, se você está certo de que quer ter um pet para chamar de seu, chegou a hora de escolher qual amiguinho levar para casa. Será que o seu perfil de tutor se dá melhor com um gato? Um cachorro? Ou ambos?

Se você decidiu logo por um pet de cada, já sabe como ter uma boa convivência em casa? Pois continue a leitura para conferir dicas de convivência entre esses animais e veja vantagens e desvantagens de cada uma das espécies!

Perfil de tutor de cachorro: quais as vantagens e desvantagens desse pet?

O principal indício de que você possui um perfil que vai se dar melhor com cães é se você é uma pessoa energética e que gosta de ar livre! Aliás, pessoas extrovertidas e sociáveis também tendem a se dar melhor com cachorros.

Embora existam raças de cachorro com mais energia que outras, esses animais são amigáveis de um modo geral, além de muito companheiros. Então, tenha a certeza de que você terá tempo livre para ele, tudo bem?

Ademais, lembre-se que essas não são regras e tudo depende da personalidade do animal. Antes de você escolher entre gato ou cachorro ou até mesmo ambos ao mesmo tempo, é importante pesar os prós e contras de cada um. 

Vantagens de ter um cão

Além, é claro, de serem fofos e companheiros, existem diversas vantagens em escolher um cachorro para ser um membro da família. Alguns dos principais pontos positivos desses pets são:

  • Incentivam a vida saudável e a prática de exercícios;
  • Facilitam a socialização;
  • Melhoram o sistema imunológico;
  • Ajudam a combater a depressão.

Aliás, esses animais são bastante carinhosos e fiéis, e você dificilmente vai se sentir sozinho ao levar um amigo peludo para casa. Entretanto, lembre-se que esses pets vão viver por muito anos! Então tenha a certeza da sua decisão.

Desvantagens de ter um cão

Assim como tudo na vida, ter um cachorro também tem seu lado negativo. Aliás, é essencial que você pense muito antes de levar o pet para casa! Nesse sentido, pensa também nas desvantagens de ter um cachorro como:

  • Gastos;
  • Bagunça e sujeira;
  • Limitação para sair de casa;
  • Exige muita responsabilidade.

Ademais, lembre-se que um animal de estimação, seja gato ou cachorro, é inteiramente dependente de você. Ou seja, você será responsável pela saúde e bem-estar do bichinho. Então, pense bem antes de adotar!

Perfil de tutor de gato: quais as vantagens e desvantagens desse pet? 

Primeiramente, saiba que os gatos são tão dependentes dos tutores quanto os cachorros. No entanto, sua energia se apresenta de forma diferente e eles são animais naturalmente mais solitários que os cães.

Embora existam diferentes raças de gato com tamanhos e personalidades distintos, esse pet costuma dormir várias horas por dia. Então, se você é uma pessoa de personalidade mais calma e tranquila, vai se dar bem com eles.

Além disso, os gatos não exigem espaços muito grandes para ficarem felizes. No entanto, é essencial ter um ambiente adaptado para essa espécie. Veja alguns dos principais pontos positivos e negativos de escolher esse amigo peludo.

Vantagens de ter um gato

Ainda que algumas crenças populares digam que gatos não são carinhosos, quem é tutor de felinos sabe que esse não é o caso. Gatos expressam amor e carinho do seu jeito e existem muitas vantagens e ter um como membro da família:

  • Gatos são muito higiênicos;
  • Ajudam a dormir e diminuir estresse;
  • São mais independentes;
  • Silenciosos.

Ademais, ao contrário do que muitos pensam, gatos também podem ajudar a diminuir o nível de alergia, especialmente em crianças. Mas, é importante pesar os prós e contras desse pet antes de levar um deles para casa, certo?

Desvantagens de ter um gato

Embora possa parecer uma opção fofa, ter um gato também tem suas desvantagens. Para evitar aborrecimentos para você e para o bichinho, tenha a certeza de que você está preparado para lidar com algumas características como:

  • Você terá gastos e preparação do ambiente com arranhadores e brinquedos;
  • Eles são sensíveis às mudanças de rotina e ambiente;
  • Soltam pelos;
  • Considere certa limitação para viajar;

Além do mais, lembre-se que a rua não é lugar seguro para os felinos! Lá eles podem contrair doenças, correm risco de serem atropelados, entre outros. Então, você também vai precisar telar janelas e portões para mantê-los seguros, ok?

Dicas de como adaptar um gato e um cachorro! Veja o que fazer!

Agora que você já sabe todos os prós e contras, já decidiu se quer adotar um gato ou cachorro? E que tal ambos? Isso mesmo! É perfeitamente possível para um cachorro e gato conviverem no mesmo ambiente!

No entanto, é necessário que você faça uma boa adaptação para evitar brigas e desconfortos por ambas as partes. Então, veja a seguir algumas dicas para que essas duas espécies possam conviver em harmonia.

Introduza os cheiros

Primeiramente, antes que os animais se vejam, é essencial que eles possam sentir o cheiro um do outro. Aqui vale separar os animais em ambientes para que eles se sintam confortáveis e seguros.

Enquanto isso, deixe que sintam o cheiro um do outro pela porta. Não se apegue muito às primeiras reações, pois tudo isso vai passar, tudo bem? Tenha paciência e mantenha-os separados por alguns dias.

Tempo e paciência

Como você já deve saber, gatos são animais de rotina! Então, tenha muita paciência para que eles se adaptem ao novo cheiro da casa ou do novo integrante canino. Toda a adaptação leva tempo!

Então, procure fazer o processo quando estiver em casa, com mais tempo disponível. Por exemplo, enquanto estiver de férias do seu trabalho. Tenha paciência e respeite a personalidade dos animais.

Brincadeiras e atenção

Quando chegar a hora do contato visual, procure dar a mesma atenção para ambos os animais. Aliás, evite gritar e dar broncas quando algum deles apresentar um comportamento desagradável!

Ao contrário, apenas ignore o animal e dê um comando firme, mas seja gentil. Dessa forma, você não vai aparentar nenhum favoritismo e causar ciúmes em um dos pets. Aproveite para brincar e proporcionar um ambiente agradável para ambos.

Feromônios

Uma dica de ouro para que os animais se sintam relaxados e seguros é utilizar feromônios em difusores. Embora a opção possa ser um pouco mais custosa, ela pode ser peça chave para que o encontro seja pacífico.

Então, vale a pena investir em aparelhos e produtos do tipo alguns dias antes da chegada dos pets. Assim você garante um ambiente tranquilo para que todos comecem a se sentir em casa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =