Negócios e Política

eNPS: 3 dicas de como calcular

eNPS: 3 dicas de como calcular

Há, no mercado, uma vasta possibilidade de adoção de ferramentas para se consolidar uma gestão responsável dentro de uma empresa. Entender como o eNPS pode ajudar nessa questão acaba sendo essencial.

É certo que quanto mais uma empresa cresce, suas aspirações acabam se tornando maiores e a gestão passa a ser mais complexa.

Para responder a essas questões, diariamente, o mercado emite algumas respostas que aparecem como modelo de gestão e, também, como softwares facilitadores. Seja como for, esses aspectos são essenciais para que algumas realizações possam ser feitas.

Uma loja de sirene com luz, por exemplo, pode obter algumas novas perspectivas ao reconhecer esses modelos dentro do mercado.

Isso é importante, uma vez que garante um aspecto de inovação e, também, de possibilidades de ação.

Essas realizações são fundamentais, já que as empresas acabam efetuando essas orientações.

Dentro dessa dinâmica, essas realizações são importantes, porque há uma lógica de concorrência muito forte dentro desse ambiente.

Se uma empresa de projeto de gestão ambiental conseguir efetuar essas realizações de forma bem acentuada, certamente, seu desempenho será muito amplificado.

Esses elementos acabam fundamentando uma série de possibilidades que precisam ser levadas em consideração.

Afinal de contas, os modelos de gestão de negócios assumem complexidades na medida que as demandas vão se realizando.

Por isso, é tão essencial entender quais ferramentas e perspectivas podem ser utilizadas para efetuar uma boa realização nesse sentido.

A importância das métricas

Diante das diferentes possibilidades, acaba sendo essencial que alguns dados consigam ser colhidos de forma precisa. Eles são importantes para dizer quais são os rumos que uma estratégia aplicada está tomando.

Por essa razão, o mercado já trabalha com uma série de indicadores importantes que acabam fundamentando essas relações.

A venda, por exemplo, de uma escada tripla extensiva pode ser feita dentro de uma diversidade bastante grande de implementações táticas.

No entanto, é sempre importante saber quais são as dinâmicas fundamentais dessas vendas, uma vez que, muitas vezes, isso pode garantir respostas para novas incursões.

Para garantir uma dimensão ainda mais concreta sob essa perspectiva, basta imaginar uma implementação de marketing sem que esses indicativos sejam aplicados.

O que pode acontecer, em grande medida, é a empresa não saber o que está sendo feito e nem os potenciais que aqueles aspectos possuem.

Isso pode representar um investimento que, embora possa trazer bons resultados, vão acabar naufragando em uma perspectiva finita e sem um balanço coerente.

A análise, nesse caso, acaba sendo um elemento fundamental para qualquer perspectiva de gestão empresarial.

Uma mecânica especializada em cambagem dianteira pode, em grande medida, colher ótimos resultados de uma análise precisa de seu mercado.

Esses aspectos são essenciais e só podem ser norteados a partir de uma política bem-feita de métricas de resultados.

Por esse motivo, acaba sendo importante entender a respeito de algumas delas dentro dessa lógica de mercado.

Tipos de métricas de negócio

Há, nesse caso, uma série de possibilidades de métricas a serem aplicadas dentro de um ambiente empresarial.

Essa variedade está escorada na grande diversidade e possibilidades de dinâmicas dentro dessa perspectiva.

Afinal de contas, uma empresa que faz limpeza de exaustores não terá uma atuação parecida com uma fábrica de pães.

Por essa razão, é fundamental ter em mente alguns aspectos importantes  a respeito das manifestações dessa lógica.

Apontar, portanto, para algumas dessas métricas acaba sendo essencial para garantir um esclarecimento a respeito dessas questões. São elas:

  • CAC;
  • NPS;
  • Churn rate;
  • Ticket médio.

Logicamente, há uma série de outras dinâmicas que podem ser apontadas, mas é importante entender um pouco melhor sobre as supracitadas.

CAC

O CAC é uma sigla que representa o custo de aquisição do cliente. Sendo assim, essa é uma métrica que vai levar em consideração a relação entre os investimentos feitos e o número de clientes que a empresa conquistou.

Essa métrica é fundamental porque ela garante uma percepção bastante assertiva a respeito das realizações estratégicas de uma empresa.

Saber, nesse caso, qual é o número de clientes conquistados a partir de um valor investido pode, inclusive, sustentar algumas otimizações.

Se, porventura, a aposta foi a contratação de links patrocinados referente a palavra-chave “aluguel de touro mecânico Rio de Janeiro”, será possível entender o nível de atração partindo desses pressupostos.

NPS

Sendo uma métrica apontada para a perspectiva de realização da satisfação do cliente, o NPS acaba se apoiando em algumas estruturas para se realizar.

O net promoter score diz respeito a uma série de perguntas que são direcionadas ao cliente para conseguir sustentar uma percepção sobre seu relacionamento com a empresa.

Normalmente, ele é encontrado a partir de perguntas que vão de zero a dez e mostram qual é o grau de satisfação do cliente.

Churn rate

Já o churn rate é uma modalidade bastante importante para as empresas uma vez que ela é uma métrica que mede o churn dos clientes.

Isso significa dizer que há uma métrica específica para averiguar quais e quantos clientes abandonaram os serviços da empresa.

Esse acaba sendo um elemento bastante importante, uma vez que isso pode nortear algumas novas campanhas para, por exemplo, um pet shop que faz banho e tosa Bela Vista.

Ticket médio

O ticket médio pode dizer respeito a alguns fatores importantes dentro de uma lógica comercial.

Essa métrica está destinada a mensurar alguns aspectos que dizem respeito ao investimento médio de um cliente ou, por exemplo, de um produto.

Seja como for, ela é mais um fator que pode corroborar com algumas novas abordagens estratégicas.

O que é eNPS?

Como dito anteriormente, há uma variedade bastante grande de métricas para os mais diferentes objetivos empresariais.

O NPS, nesse caso, funciona como uma métrica que mensura a satisfação do cliente em uma perspectiva um pouco mais ampla.

Contudo, o “e” nessa sigla acaba adicionando uma perspectiva inovadora quanto ao público-alvo.

O employee, nesse caso, é o empregado de uma empresa e essa lógica acaba sendo uma transposição de uma métrica de mercado para uma lógica de RH.

Sendo assim, há alguns questionários que vão colocar o grau de satisfação de um funcionário em uma perspectiva, também, de zero a dez.

Por que implementar o eNPS?

Partindo dessa lógica, há alguns imperativos de mercado que passaram a nortear as necessidades de se criar métricas nesse sentido.

A importância do eNPS está inserida em uma lógica de compreensão das dinâmicas das equipes. Esses aspectos são importantes para que sejam fundamentadas algumas estratégias que vão incidir em uma melhor e maior produtividade.

Além disso, saber utilizar esses dados pode ser uma forma bastante importante para reter talentos.

Uma fábrica de pressostato Kpi35, por exemplo, pode entender o grau de felicidade de seus funcionários através disso.

Caso haja alguma perspectiva ruim, é possível mapear e criar algumas estratégias para que aquilo se torne positivo.

Dicas de como utilizar o eNPS

Para garantir essas realizações, é preciso ter em mente alguns métodos de aplicação dessas perspectivas.

Apontar para algumas dicas para implementar o eNPS acaba sendo um fator imprescindível para essa realização.

1. Garantir engajamento

Antes de qualquer coisa, para uma métrica conseguir realizar o seu curso, acaba sendo essencial que haja um engajamento a esse respeito.

Explicar, dessa forma, para os funcionários da empresa a importância daqueles questionários acaba sendo um fator essencial.

Para que isso ocorra, é possível que haja a disposição de algum tempo para que aqueles funcionários possam responder essas perguntas.

2. Definir perguntas

A definição de perguntas precisam ser orientadas dentro de uma lógica que diga respeito aos aspectos fundamentais da empresa.

Afinal de contas, são elas que irão nortear as capacidades estratégicas desses elementos implementados.

Por essa razão, elas precisam ser bastantes específicas e terem algumas garantias de métricas verdadeiras.

3. Mensurar e analisar

Esse é o momento em que a empresa vai perceber qual é o grau de satisfação dos funcionários dentro de cada instância pesquisada.

Essa análise acaba sendo fundamental para que haja algumas perspectivas estratégicas a serem tomadas.

Considerações finais

Diante de todas as perspectivas que o mercado acaba impondo dentro do âmbito empresarial, as métricas acabam sendo fundamentais para algumas realizações estratégicas.

Por esse motivo, é preciso compreendê-las dentro de sua complexidade e, também, sob uma lógica de implementações.

Partindo desse ponto, acaba sendo fundamental que alguns pontos sejam levados em consideração para garantir que essa realização esteja dentro do controle empresarial.

É indispensável frisar, também, que essas dinâmicas podem ser aplicadas tanto dentro quanto fora do ambiente empresarial.

Em relação à parte interna, é possível que haja algumas métricas que consigam mensurar a satisfação dos funcionários.

Sendo assim, entender a respeito sobre o eNPS acaba sendo um elemento essencial para essa perspectiva.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − três =