Blog

Como preservar móveis de madeira por mais tempo

A madeira sofre com ações de agentes externos, e a prevenção é a melhor forma de garantir vida longa para seus móveis

Móveis de madeira dão um toque especial e charmoso para qualquer ambiente. Sua utilidade, porém, pode ser atrapalhada, devido a má conservação. Para garantir a durabilidade e fazer valer o investimento aplicado no mobiliário, algumas medidas precisam ser tomadas. Alguns pequenos cuidados podem até mesmo ser suficientes para se ter a longevidade desejada.

Cupins

A primeira coisa que vem à mente quando se pensa em conservação de móveis pode ser

infestação de cupins. Por vezes, só é possível ver o tamanho do problema muito tarde e de maneira irrecuperável. Os insetos não gostam exatamente da madeira, mas, sim, da celulose presente nela, e as madeiras moles são as preferidas. Madeiras de móveis antigos costumam ser mais resistentes aos cupins, devido a dureza. Para controlar uma infestação, o ideal é chamar ajuda profissional. Já a prevenção baseia-se em evitar que os insetos entrem na casa, colocando tela nas janelas e também envernizando periodicamente os móveis.

Ação da natureza

Os móveis podem decorar a parte interna ou externa de casas, e isso diz muito sobre como a ação natural do tempo agirá sobre eles. Os móveis devem evitar sol, preferencialmente. Os raios do sol podem ser nocivos à madeira. Para evitar que ela sofra com a ação dos raios ultravioleta, deve-se recorrer a vernizes ou stains, que fazem a proteção da superfície contra esse tipo de exposição.

Outra grande inimiga da madeira é a umidade. Móveis fabricados em MDF, por exemplo, possuem baixa resistência a ela e uma alta propensão ao apodrecimento. A madeira é capaz de absorver a água e, por consequência, suas fibras incham e estufam, ou até mesmo esfarelam, acabando com a vida útil dos móveis. Portanto, mantê-los longe de água e umidade é essencial, como em paredes e piso úmido ou ambientes externos expostos à chuva. No caso de paredes, uma distância de ao menos 5 cm já é capaz de evitar o problema, pois assim é permitido que o ar circule.

Manuseio inadequado

O mau manuseio de móveis também é uma causa do encurtamento de sua vida útil. Sobrecarregá-los com muito peso faz com que sua estrutura sofra desgastes desnecessários. Afinal, a madeira possui um limite de peso que pode suportar, assim como qualquer outro material. Móveis embutidos ou suspensos devem receber atenção redobrada a fim de que não cedam e causem acidentes. No mais, deve-se evitar bater portas e gavetas, pois o choque contínuo também pode ser prejudicial à estrutura.

Manutenção frequente

E, para ter móveis sempre bonitos e cheios de brilho, deve-se manter uma rotina de limpeza. No geral, um pano úmido e um pouco de sabão neutro são suficientes para preservar a cor e a superfície dos móveis. Um pano seco deve fazer a finalização da limpeza, a fim de evitar acúmulo de água. A limpeza pode ser feita semanalmente em ambientes que não juntem muito pó ou com mais frequência, se for necessário. Lustra-móveis podem ser utilizados para finalização e proteção.Por fim, lubrifique sempre as dobradiças dos móveis para garantir a melhor funcionalidade. Móveis dão corpo e alma para salas, quartos e escritórios. Além do mais, contam histórias, e preservá-los também é preservar memórias. E nada mais gratificante que poder montá-los e construí-los de acordo com a própria necessidade e imaginação. Para isso, um maquinário correto pode ser o diferencial, como uma esmerilhadeira Makita para cortes precisos e montagem perfeita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − quatro =