Tech

4 dicas de como usar hashtag de maneira certa

A hashtag é a ferramenta pela qual uma empresa pode facilmente se beneficiar das estratégias de otimização dos motores de busca, uma vez que os assuntos anexados às hashtags possuem bastante relevância, sobretudo para aqueles que buscam por eles.

Desse modo, a melhor maneira de se valer do uso desse mecanismo é por meio do conhecimento aprofundado no seu modo de funcionamento, ainda que a companhia trabalhe com aluguel impressora preço, ou mesmo com outras prestações de serviço.

A principal razão para aprender a usar da maneira adequada é que as hashtags, mais ainda do que as demais ferramentas do marketing digital, consistem em um item que, para aqueles que não sabem usar da forma certa, pode mais atrapalhar do que ajudar.

Sendo uma loja que vende mesa saarinen 8 lugares ou uma startup da área contábil, não existe nenhum tipo de empreendimento nos tempos atuais que não necessite dos principais serviços voltados à publicidade.

Sendo assim, o uso das palavras-chave adequadas, bem como do aproveitamento das principais tendências do momento, podem constituir, para quem sabe aproveitar, uma grande vantagem competitiva diante da concorrência.

Por essa razão, e para que até mesmo alguém que trabalha com o planejamento de sala comercial 20m2 possa se beneficiar com as hashtags, este artigo terá como objetivo orientar o seu uso correto, bem como aprofundar um pouco mais neste assunto.

Apresentando o seu conceito, juntamente com o seu funcionamento, será possível explorar melhor o uso dessa abordagem em um negócio.

Ao final, para garantir que haja sucesso na sua utilização, mesmo por parte dos usuários de primeira viagem, será possível fornecer quatro dicas de como usar as hashtags da maneira apropriada.

Afinal, em que consiste a hashtag?

Hashtag se trata do nome em inglês dado ao símbolo de cerquilha, que também é conhecido como jogo da velha.

Atualmente, a expressão possui o significado de palavras usadas após este símbolo para dar o direcionamento dos usuários a páginas, temas, publicações e discussões das mais diversas na internet, seja sobre carros, artistas famosos, ou mesmo renovação de clcb.

O recurso é utilizado em diversas redes sociais, tais como Twitter, Instagram, Facebook, LinkedIn, dentre diversas outras.

Ao serem inseridas na forma de texto, as hashtags se convertem em hiperlinks que, no momento em que são clicados, direcionam os internautas a uma página com todos os conteúdos que compartilham aquela mesma tag.

Em outras palavras, é uma excelente maneira de pesquisar conteúdos em alta, além de fornecer uma forma de descobrir como as pessoas estão usando as hashtags e os seus resultados.

As redes sociais são meios digitais em que qualquer pessoa pode compartilhar as suas opiniões, pensamentos, sentimentos e conteúdos de todos os formatos.

Nesse sentido, as hashtags foram criadas e otimizadas como uma maneira de filtrar as publicações pelo seu tipo.

Seu uso está cada vez mais disseminado, se tornando cada dia mais popular entre os mais diversos públicos, desde os fãs de esportes, animes e quadrinhos, até os seguidores mais jovens, amantes de brinquedos como máquina de pegar bicho de pelúcia, dentre outros.

Uma de suas maiores vantagens é que podem ser utilizadas de forma totalmente gratuita para a integração de uma estratégia de marketing digital nas redes, permitindo que se alcance e impacte um número cada vez maior de usuários.

Entretanto, apenas encher as publicações com hashtags aleatórias não irá proporcionar nenhum resultado satisfatório. Ao contrário, o uso indevido pode mais prejudicar do que ajudar.

É justamente isso que as pessoas que não entendem seu funcionamento fazem. Do mesmo modo como palavras-chave, nas estratégias de posicionamento digital, o uso desse recurso deve ser estudado para conquistar a audiência desejada.

O criador das hashtags, chamado Chris Messina, diz ter se inspirado nos canais de chat para a criação dessa ideia, uma vez que o símbolo já era algo usado por programadores na década de 1960.

O termo conquistou este nome pelo fato de que, na Inglaterra, o símbolo “#” é denominado como hash. Já a função de classificar ou fazer uso dele como etiqueta é chamado de tag. Desse modo, sua união construiu aquilo que se conhece como hashtag.

Como funcionam as hashtags?

Para fazer uso de uma hashtag, o procedimento é muito simples. Basta utilizar o já mencionado sinal de cerquilha, ou jogo da velha, como é chamado no território nacional. Em seguida, deve ser inserida a palavra-chave desejada.

Este termo deve ser o que, conforme a análise da situação, o que o gestor acha que irá classificar melhor o seu post, ainda que seja para vender produtos como laje h12 isopor.

Assim, não se pode esquecer de que os espaços não são identificados. Sendo assim, deve-se escrever todas as palavras juntas.

Apesar de possuir a sua origem no Twitter, as hashtags de hoje também são utilizadas em diversas outras redes sociais, que até mesmo dão estímulo aos seus usuários na sua utilização.

Só para citar um exemplo da sua utilidade, alguém que deseje falar sobre o tema da utilização de parede divisória escritório, sobretudo para o intuito de vender esses produtos, pode usar uma tag de escritórios administrativos como tática de engajamento.

Desse modo, será possível garantir que este comentário esteja incluído no mundo de pesquisa a respeito do tema. E isso pode ser explorado dessa forma em quase todas as demais redes sociais.

Entretanto, cada mídia social conta com as suas próprias especificidades, e os usuários têm um comportamento diferente no que diz respeito à sua utilização, de acordo com a plataforma em que estão situados.

Afinal de contas, as redes que apresentam esse recurso são muito distintas, a exemplo do Instagram, LinkedIn e Pinterest. É necessário, portanto, entender como cada uma delas funciona.

No Instagram, as publicações utilizam, em geral, quatro ou mais hashtags. Já no Twitter, os internautas desejam usar temas realmente relacionados ao que está em pauta no momento, por isso utilizam em média duas a três hashtags.

Além do mais, as tags que fazem sucesso em uma mídia social não irão necessariamente ser muito utilizadas nas outras redes.

Usuários podem fazer uso das hashtags para começar conversas e interações com pessoas de todo o mundo. Elas podem se referir a coisas importantes, acontecimentos da atualidade, bem como eventos, programas, séries, desafios, entre outros.

Em diversas vezes, algumas delas são populares em apenas uma das plataformas, e não são utilizadas no mesmo número em outras redes sociais, a exemplo: #instafoto, #tbt e #instanatureza.

Portanto, reconhecer as diferenças e conseguir se adaptar à forma com que os usuários se apropriaram das hashtags nas diversas redes sociais é fundamental para conseguir sucesso ao usá-las.

Outro fator interessante são algumas questões técnicas e práticas que podem ser distintas na forma de como inserir as palavras-chave, variando de plataforma para plataforma.

Por essa razão, antes de começar a usar tal recurso, é preciso garantir que está o aplicando da maneira mais correta possível.

Dicas para usar as hashtags de forma adequada

Por fim, e para que até mesmo um ladrilho branco cozinha possa ser mais vendido nas lojas por meio do uso dessa ferramenta, será de grande utilidade finalizar este artigo mostrando formas adequadas de usar as hashtags no âmbito comercial.

Desse modo, é viável citar quatro dicas de como utilizá-las de forma adequada, independente do segmento de atuação. A saber:

  1. Criar hashtags específicas para a empresa ou o evento;
  2. Pesquisar as hashtags apropriadas para cada rede;
  3. Optar por aquelas que possuem alto volume de publicações;
  4. Usar algumas hashtags genéricas para ampliar o alcance das publicações.

Fazer uso de uma hashtag específica para uma ação de marketing da empresa, tais como promoções ou sorteios, ou para um evento pode ser uma excelente maneira de engajar os seguidores.

Foi destacado que as hashtags servem para as mais variadas redes sociais, mas não é por esse motivo que se deve replicar no Instagram ou no Twitter as palavras que se usa no Facebook, por exemplo.

Cada mídia social possui particularidades, e vale buscar quais hashtags as pessoas usam em cada uma delas, para ter uma ideia mais aprofundada a respeito do que postar.

Ainda que, em diversos casos, as diferenças sejam sutis, fazer uso da linguagem correta pode otimizar os resultados.

Considerações finais

Por meio deste artigo, foi possível conhecer, de maneira mais profunda e detalhada, o sentido do uso das hashtags como ferramentas de otimização do engajamento no marketing, bem como o seu conceito específico como termo.

Desse modo, a melhor maneira de garantir que uma empresa obtenha bons resultados a partir da sua utilização é fazendo com que os gestores saibam como usar as hashtags de forma estratégica, para criar uma verdadeira distinção diante da concorrência.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =