Blog

O tênis recomendado para cada tipo de treino

Entenda as diferenças entre os calçados para academia, corrida, crossfit e outras atividades físicas e por que é importante escolhê-los corretamente

Assim como investimos em todos os detalhes de nossa alimentação do dia a dia, vale dar atenção aos acessórios usados na hora de treinar. Escolher uma roupa leve, um boné para proteção dos raios solares (em casos de atividades ao ar livre), além do calçado ideal para o seu tipo de treino faz toda a diferença. Afinal, um tênis de academia pode ser bem diferente de um usado para corrida. 

Explicamos, a seguir, por que é importante escolher corretamente o tênis para cada tipo de atividade física e detalhamos as diferenças entre eles. Confira!

Por que usar tênis específicos para cada tipo de atividade física?

É importante escolher o tênis correto para cada exercício físico a fim de evitar lesões nos músculos e nas articulações do corpo todo. Além disso, dependendo do calçado escolhido, o calçado pode trazer um diferencial para o desempenho da sua atividade física.

O ideal, em alguns casos, é usar um tênis com mais amortecedor no solado e que diminui o impacto da pisada; ou mesmo o contrário, um tênis mais baixo e mais rígido para trazer firmeza aos movimentos dos quadris e pernas.

Por isso, vale sempre analisar como o seu corpo se movimenta ao longo do treino para que a escolha do calçado seja a mais propícia para a sua saúde e bem-estar ao longo do exercício. 

Tênis de corrida

Entre as atividades mais famosas dos amantes de exercícios físicos, está a corrida (seja na rua ou na esteira). Embora seja muito simples de ser praticado, esse esporte pede cuidados na hora de escolher o tênis apropriado. 

Preste atenção, por exemplo, se o calçado apresenta um sistema de amortecedor potente o suficiente para diminuir o impacto dos pés sobre o solo, que não traga danos às articulações dos joelhos principalmente.

Cuidado redobrado também no tecido usado para revestir o tênis: observe se ele permite uma transpiração adequada dos pés, visto que esse tipo de treino resulta em um alto gasto energético e bastante suor. Atente-se para o tamanho do cano no tornozelo, que deve ser de mais alto para quem já teve lesão prévia nos tornozelos a fim de evitar novos acidentes e complicações médicas. Além disso, o modelo não pode ser muito pesado para não prejudicar o desempenho do treino.

Tênis de musculação

Ao contrário do que se pensa, o tênis usado para treinos de musculação é bem diferente dos usados em corrida. Aqui, não é preciso tantos amortecedores, por exemplo. 

Na hora de fazer leg press, agachamento, rosca direta, entre outras atividades típicas do treino de musculação, vale apostar em um tênis baixo com solado reto. Com o intuito de garantir maior estabilidade e menor risco de acidentes.

Tênis de ginástica

Para os praticantes de atividades aeróbicas de impacto realizadas dentro das academias, o ideal é usar um tênis semelhante aos indicados para corrida.

Isso porque exercícios como zumba, crossfit, step, jump, entre outros, são bastante intensos e exigem movimentos que geram pressão das articulações do corpo. Por isso, um tênis leve com amortecedores potentes nunca é demais.

Tênis para pedalar

Uma atividade que tem chamado atenção atualmente é a bicicleta. Para pedalar com o devido cuidado, porém, é preciso usar um tênis especial: aqueles que não necessitam de cadarços. Isso é indicado para evitar que os fios típicos de amarrações dos calçados se enrosquem nas correntes da bicicleta e causem algum tipo de acidente com o ciclista.

A sola do tênis também necessita de atenção: não pode ter muito relevo e quanto mais plana melhor, para que tenha aderência total com os pedais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 11 =