Negócios e Política

Quais são os problemas fiscais mais comuns? Como resolver?

Você sabe quais são os problemas fiscais mais comuns? E o que fazer para evitar ou resolvê-los?

O sistema tributário brasileiro é complexo e burocrático, o que pode se tornar um obstáculo no sucesso de qualquer empresa caso não seja feita vista grossa para alguns processos. Além de estar por dentro da legislação e suas atualizações, também se deve conhecer métodos para evitar que tais erros ocorram, que podem levar a problemas fiscais.

Mas vamos por partes. Afinal, o que são problemas fiscais?

O que são problemas fiscais?

Quando você abre um CNPJ e a atividade comercial é regularizada, a sua empresa passa a existir formalmente. Isso gera mais oportunidades e vantagens ao negócio, mas, ao mesmo tempo, exige que você cumpra diversas novas responsabilidades de acordo com a legislação. 

Entre elas, estão a emissão de notas fiscais e o pagamento de impostos ao governo, que deve ser feito conforme as características e o regime tributário da empresa.

Na prática, você precisa fazer declarações dos tributos e apurar os valores para fazer os pagamentos dentro de seus devidos prazos. A fiscalização é rígida e muitas empresas, independentemente do porte, acabam enfrentando contratempos com o Fisco.

Às vezes, os problemas fiscais surgem com a rotina agitada e corrida do empresário. Não é incomum acabar preenchendo dados incorretos ou simplesmente perder o prazo do pagamento.

Como se deve imaginar, há consequências para a empresa com o descumprimento de tais questões. Problemas fiscais podem levar a multas, juros e custos contábeis e jurídicos para conseguir regularizar a quadro. Logo, o negócio acaba sofrendo financeiramente devido a uma situação que poderia ter sido evitada.

Para se manter em dia com as suas obrigações, é fundamental conhecer os problemas fiscais mais comuns e saber como evitar os erros.

Qual o grande problema do setor fiscal atualmente?

A dificuldade em lidar com excesso de documentos é o maior problema fiscal atualmente. Armazenar arquivos fiscais de forma desorganizada ou não salvar esses documentos com frequência pode trazer consequências preocupantes às empresas.

A falta de organização pode ocasionar em perdas de documentos essenciais, como notas fiscais e comprovantes de pagamento. Manter documentos antigos e desnecessários também é um grande erro que atrapalha na hora de procurar o que realmente é indispensável. 

Quais são os problemas fiscais mais comuns?

Entre os principais problemas fiscais, podemos citar:

  • falta de atenção à legislação e atualizações;
  • escolha errada do regime de tributação;
  • atraso no pagamento de impostos;
  • erros na emissão de notas fiscais.

Falta de atenção à legislação e atualizações

Mesmo que o pequeno empresário tenha direito a um regime tributário simplificado (como quem opta pelo Simples Nacional), a legislação brasileira ainda é muito complexa e burocrática.

Além disso, normas, leis e regulamentos são alterados com frequência, sendo necessário estar sempre atualizado sobre novas regras de pagamento e mudanças em alíquotas e impostos, por exemplo.

Sendo assim, é imprescindível estar atento às regras que envolvem o seu negócio.

Escolha errada do regime de tributação

Quando o CNPJ de uma empresa é criado, deve-se escolher o seu regime de tributação. Ele envolve as regras para o recolhimento de impostos, formas de apuração e valores cobrados. Ou seja, sua escolha influencia em como os impostos incidem sobre seu negócio.

O problema ocorre quando o regime tributário é definido erroneamente.

Isso pode acontecer principalmente pela falta de conhecimento dos empreendedores ao enquadrar suas empresas nas categorias, colocando-as em regimes tributários que não são ideais. Dessa forma, acabam pagando mais impostos e têm mais trabalho do que deveriam.

Atraso no pagamento de impostos

O prazo de pagamento de impostos depende do regime tributário escolhido e das condições específicas. Cada imposto tem o seu prazo, então, enquanto algumas declarações devem ser feitas trimestralmente, outras são mensais.

Os problemas fiscais mais comuns acabam envolvendo a confusão sobre esses prazos. Uma empresa desorganizada, que não está atenta às datas limites, está sujeita a multas e juros. 

Em casos mais extremos, podem até mesmo fechar as portas até regularizar seus débitos.

Erros na emissão de notas fiscais

É preciso muito cuidado no momento de emitir notas, pois esses erros podem acabar causando problemas fiscais. Todas as informações nesses documentos são importantes e devem ser informadas de forma correta, afinal, o Fisco analisa cada detalhe.

É importante evitar problemas nas notas fiscais como o preenchimento incorreto de dados, cancelamentos e correções.

Os problemas nas notas fiscais eletrônicas também são comuns em empresas de todos os portes, mas podem ser evitados. A falta de cautela e atenção nessa atividade pode prejudicar o cálculo dos tributos devidos.

Como evitar problemas fiscais?

Conhecer os problemas fiscais é o primeiro passo para saber como evitá-los. Além de muita atenção e cuidado, existem outras dicas que podem ajudar a colocar sua empresa numa posição mais segura. Descubra a seguir como essas irregularidades podem ser evitadas.

Faça um planejamento tributário

O planejamento tributário auxilia no gerenciamento do pagamento das taxas e tributos do negócio. É uma ferramenta básica para qualquer organização, pois ajuda a evitar a maioria dos problemas fiscais.

Com ele, é possível optar por um regime de tributos mais adequado e definir a estratégia fiscal da empresa. Também pode-se criar um calendário tributário para guiar o pagamento dos impostos e evitar que prazos sejam perdidos.

Tenha um compliance fiscal

O compliance fiscal facilita a vida dos empresários em relação às cobranças e suas obrigações fiscais e tributárias. 

Quando é bem feito, você deixa de se preocupar com possíveis erros, multas, juros ou outras penalidades que podem comprometer seu planejamento financeiro. O compliance monitora constantemente e gerencia o dinheiro na empresa, a fim de evitar falhas.

A automatização do compliance fiscal é ainda mais útil, pois a tecnologia oferece ainda mais segurança. As informações geralmente ficam em nuvem, auxiliando na redução de custos com documentos fiscais e na facilidade de acesso à informação para todos os gestores.

Armazene os documentos de forma correta

Saber como organizar as notas fiscais é fundamental para não ter vários problemas no futuro. Você precisa ter acesso fácil a esses documentos para caso a Receita Federal solicite em uma eventual fiscalização, por exemplo.

Além de guardar os documentos da forma correta, é importante também se livrar dos que são muito antigos, evitando o acúmulo de arquivos desnecessários. Mantenha sempre a organização como prioridade para não se perder em meio a tanta papelada.

Use softwares para evitar problemas fiscais

A tecnologia é uma grande aliada para evitar os problemas fiscais mais comuns. Existem softwares que ajudam sua empresa a evitá-los e também podem deixá-la mais competitiva e produtiva.

Esses serviços armazenam notas fiscais e outros documentos importantes de maneira mais segura e sigilosa, protegendo suas informações, ao mesmo tempo que permite fácil acesso para quando for preciso.

Além disso, emitir as notas fiscais automaticamente faz com que se tenha pouco espaço para erros de digitação e pequenas falhas, garantindo ainda que o documento seja expedido de modo correto.

Agora que você conhece os problemas fiscais mais comuns e como evitá-los, basta preparar a sua empresa para cuidar dos impostos e tributos com mais maestria! 

Este artigo foi escrito pelo autor convidado Gabriel Marquez, empreendedor e fundador da NFE.io, que oferece um sistema para emitir notas fiscais automaticamente e consultar CNPJ de uma empresa, a fim de garantir mais agilidade ao processo e na organização dos documentos fiscais.A NFE.io é uma plataforma completa de emissão e controle de notas fiscais que automatiza tarefas repetitivas, contribuindo para que você ganhe tempo e diminua gastos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × dois =