Negócios e Política

Compra e venda de empresas: como funciona todo o processo?

O procedimento de compra e venda de empresas costuma gerar muitas dúvidas em executivos, empresários e investidores. Afinal, são muitas etapas a serem cumpridas, com análises, cálculos, auditorias, apresentações e negociação de cada detalhe. 

Por isso, antes mesmo de surgir eventuais oportunidades de venda, fusão ou aquisição, é essencial que os donos de negócios saibam executar esse processo e já deixem suas empresas preparadas.

Saiba agora como funciona a compra e venda de empresas, quais são os principais fatores envolvidos e como realizar esse processo na prática, com um passo a passo detalhado. Boa leitura!

O que fazer antes de vender ou comprar uma empresa?

Depois de ter certeza de que você quer vender ou comprar um negócio, é preciso ajustar alguns detalhes antes de mergulhar de cabeça em todo o processo de venda ou aquisição.

Primeiramente, é importante avaliar se você quer vender ou comprar uma parte ou a totalidade da participação societária. Essa resposta deve estar alinhada ao seu objetivo com essa operação.

Por exemplo:

  • se você quer se aposentar, é uma boa ideia vender a empresa toda;
  • se deseja investir em outro negócio ou setor de atuação, é legal pensar em comprar a totalidade ou mais da metade das cotas de sociedade;
  • caso o motivo de venda seja necessidade de aporte de capital ou redução de carga horária para passar mais tempo com a família, pode-se passar apenas uma parte das cotas da sociedade.

Se a sua escolha for vender ou comprar apenas uma parcela das cotas, defina também a quantidade dela: menos de 50% se você quer ter controle sobre as decisões da companhia ou mais de 50% caso precise de um novo sócio para dividir as responsabilidades da função.

Outro ponto relevante para considerar nesse momento é a análise do controle financeiro empresarial. Afinal, só é possível vender ou comprar uma companhia se há acesso aos dados financeiros completos. Logo, caso isso não esteja organizado, invista em uma auditoria contábil para colocar tudo em dia.

Por fim, antes de conhecer as etapas de compra e venda de empresas, é preciso definir se quer contratar uma assessoria financeira para realizar todo o processo. Há muitas vantagens de contar com o suporte especializado em fusão e aquisição, como:

  • não há envolvimento emocional durante a negociação;
  • maior conhecimento da realidade do mercado;´
  • cálculo de um valor justo para a compra ou venda;
  • divulgação e contato com os melhores investidores do ramo;
  • redução de tempo do processo de venda e aquisição;
  • maior profissionalização do procedimento;
  • entre muitas outras.

É fundamental que o empresário ou o investidor tenha em mente que não importa o segmento ou o tamanho da organização: o processo de compra e venda de empresas é longo. Estima-se que ele dure de seis a 12 meses, podendo até levar mais tempo para a assinatura do contrato final.

Como funciona a compra e venda de empresas?

Há etapas que são obrigatórias durante a compra e venda de empresas. Quanto mais profissional for a execução de cada uma delas, maiores são as chances de fazer um bom negócio.

Portanto, é indicado contar com a ajuda especializada de um assessor financeiro que possa colocar toda a papelada em dia, avaliar o valor real da companhia, preparar apresentações atraentes, contactar os investidores certos, entre outras funções.

Quer entender melhor por que estamos falando sobre o suporte de uma consultoria especializada em fusão, aquisição e valuation? Confira agora as 7 etapas indispensáveis para garantir uma venda ou compra de um negócio sem perder dinheiro.

Etapas de compra e venda de empresas

  1. Preparação financeira

Primeiramente, é preciso organizar a casa. Conte com a ajuda de um contador e/ou um auditor para ordenar e regular toda a papelada financeira. 

É vital para qualquer movimento de venda que o empresário tenha reunido todos os dados econômicos e financeiros da empresa. A organização e a transparência durante a transação devem ser os principais pilares desse processo.

Quem vai se interessar pela compra de um negócio se não souber a realidade em que ele se encontra?

  1. Valuation da empresa

Agora com todos os dados econômico-financeiros estruturados, é possível dar entrada no processo de avaliação do valor do negócio.

O valuation é o cálculo que define o valor de uma empresa. Ele pode ser calculado de maneiras variadas, como:

  • fluxo de caixa descontado (pela renda): analisa a capacidade do negócio lucrar no futuro;
  • múltiplos e cotação (pelo mercado): compara preços com o desempenho econômico e financeiro de empresas do mesmo mercado de atuação;
  • valor patrimonial (pelos ativos): considera apenas o valor do patrimônio atual, somando os ativos corporativos e diminuindo as dívidas.
  1. Divulgação para investidores

O terceiro passo é criar uma apresentação com os dados financeiros e econômicos que comprovem o valuation final da empresa para divulgar aos interessados. Ela tem de ser feita de duas formas:

  • não confidencial: apresentação resumida com os pontos fortes da marca, sem incluir informações financeiras e estratégicas e outros dados sigilosos;
  • confidencial: apresentação oficial que é apresentada aos investidores realmente interessados, mediante assinatura de um termo de confidencialidade.

Essa fase inclui a análise de vendedores ou compradores ideais da empresa para criar estratégias específicas para cada caso. O road show é a criação de um processo competitivo a fim de encontrar o melhor valor final para a venda ou a compra de empresas.

Por meio desse procedimento, todos os perfis (compradores e vendedores) são mapeados para abrir a possibilidade de envio de propostas/ofertas.

É aqui nesta etapa que a negociação, de fato, é iniciada.

  1. Ofertas Não Vinculantes

O envio de propostas durante um processo competitivo de compra e venda de empresas é chamado de Ofertas Não Vinculantes. É por meio dessas ofertas que o comprador ou vendedor escolhe a melhor proposta.

A partir desse momento, deve-se assinar o Compromisso de Intenção de Compra e Venda ou Memorando de Entendimentos.

Esse documento registra cada detalhe do acordo, como o valor estipulado, as formas de pagamento, termos de negociação, operações da empresa, entrega do imóvel, condição do estoque etc. Ou seja, o memorando fornece todas as informações essenciais para o fechamento do negócio.

  1. Due Diligence

O Due Diligence significa a realização de auditoria completa da empresa a ser vendida. O objetivo é o comprador confirmar se todas as informações fornecidas são verdadeiras.

É uma etapa fundamental para garantir a transparência e a credibilidade da transação. Até porque, ela serve para ambas as partes.

O comprador confirma os dados da empresa adquirida e o vendedor também comprova o potencial financeiro do investidor, buscando referências no mercado, por exemplo.

  1. Oferta Vinculante

Caso a auditoria de ambos os lados na negociação confirme a veracidade das informações fornecidas, é hora de realizar a oferta final de compra e venda de empresas, chamada também de oferta vinculante.

Após o Due Diligence é possível que o investidor mantenha os valores ofertados anteriormente ou faça alguma alteração. Adiantamos que, geralmente, os valores são mantidos.

  1. Assinatura do contrato

Chegou o momento final da negociação: a verificação e o acerto de cláusulas do contrato de compra e venda.

É muito importante contar com suporte jurídico para que cada termo esteja claro e objetivo no documento, sem prejudicar nenhum dos envolvidos.

Depois de tudo acertado, as assinaturas são colhidas e o negócio fechado.

Entendeu como funciona na prática o processo de compra e venda de empresas? Por isso, contratar uma consultoria facilita (e muito!) o cumprimento de cada etapa.

Ela avalia o negócio de forma profissional e realiza todo o passo a passo de acordo com os padrões exigidos e bem-vistos pelo mercado.

Isto é, ter um intermediador nesse processo garante uma venda e compra de empresas por um valor justo e realista. 

Fonte: Capital Invest, consultoria com quase 20 anos de experiência em assessoramento financeiro em compra, venda e avaliação de empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze − 12 =