Negócios e Política

Brand persona: como aplicá-lo do jeito certo?

Brand Persona é a representação dos valores, missão e visão de uma marca, por meio de uma linguagem mais segmentada, humanizada e específica. Com essa padronização, é possível estabelecer uma comunicação mais assertiva com o público.

Com a evolução cada vez maior da internet, torna-se essencial diferenciar o atendimento aos clientes nos diversos canais de mídias sociais, estreitando laços e fortalecendo o relacionamento B2C (Business to Consumer).

Uma Brand Persona é a personalidade de uma marca, portanto, tê-la bem definida é imprescindível para reforçar os seus ideais, mesmo em meio a resolução de crises, desafios, criação de novidades ou em momentos de sucesso.

Isso ajudará as pessoas a compreenderem qual é a essência que está sendo repassada, além de auxiliar os próprios colaboradores das equipes de vendas e marketing a entenderem melhor o que ela é e qual o seu real objetivo no mercado.

Para a criação dessa representação semi-fictícia, os profissionais de marketing devem considerar alguns fatores importantes para a boa construção e ilustração de seus valores e de sua história, portanto, devem refletir sobre os seguintes pontos:

  • Se a minha empresa fosse uma pessoa, como ela seria;
  • Qual seria a sua personalidade e particularidades;
  • Quais seriam os seus valores e ideais de vida;
  • Como ela mostraria isso às pessoas à sua volta;
  • Qual seria o seu padrão de linguagem social.

A partir dessas reflexões, será possível humanizar a figura teórica da empresa. Toda sua essência poderá ser representada por uma pessoa, ou melhor, por uma persona, que servirá de modelo para a comunicação com todos os seus clientes.

Esse tipo de retrato é bem mais que um logo bem produzido, uma identidade visual nos perfis das redes sociais e uniformes personalizados. Ele é a unificação da comunicação empresarial, em uma única voz para o público-alvo.

A importância da Brand Persona

O novo ecossistema de consumidores têm exigido uma revolução na forma de tratamento entre organização e cliente. Hoje, as pessoas esperam ser tratadas e atendidas por uma marca, como seriam tratadas por uma pessoa.

Pensando nisso, é essencial que os profissionais de marketing estejam atentos aos mínimos detalhes da construção de uma persona, incluindo o seu gênero e faixa etária, para que a comunicação com um público semelhante seja cada vez mais assertiva.

Dessa forma, antes de vender um produto ou serviço, as empresas poderão mostrar os seus valores e a sua importância em um determinado segmento, a fim de convencer, criar empatia e conexão pessoal com um determinado grupo.

Outro ponto de atenção é o padrão de linguagem que será usado pela personificação da marca: sua persona terá uma comunicação mais formal ou informal? Jovial ou mais madura? A resposta a esses questionamentos são essenciais para humanizá-la.

A boa elaboração de uma Brand Persona é primordial para o uso de estratégias de marketing ideais para o crescimento dos negócios, para a fidelização do público já existente e para a conquista de novos clientes.

Como elaborar uma Brand Persona?

Criar uma Brand Persona é como dar vida a uma pessoa. Todos os detalhes sobre sua personalidade, modo de falar e estudo ou profissão devem ser bem pensados para conversar com os valores e interesses de uma marca.

Existem algumas etapas que devem ser seguidas durante o processo de idealização e criação de uma persona, que guiarão todas as estratégias utilizadas em outras estratégias de marketing. Entre elas, estão as seguintes:

1. Definição do tom de voz

O tom de voz, no marketing, é o estilo próprio de uma marca, utilizado na interação com o seu público. Isso dará a ela uma característica humanizada, como se a empresa fosse uma pessoa que estivesse interagindo com outras.

Assim, uma escola que oferece curso de inteligência emocional a distância deve apresentar uma linguagem que condiz com a proposta oferecida pelos coaches que ministram as aulas da instituição, ou seja, otimista, equilibrada e visionária.

Dessa forma, os alunos que fazem parte das mídias sociais da escola terão a sensação de presenciar os próprios professores interagindo com eles, quando, na verdade, será a equipe de marketing que cuidará da comunicação digital.

2. Definição da faixa etária da persona

O Facebook e o Instagram têm sido os principais canais de engajamento entre uma marca e um determinado grupo de pessoas, por isso, é essencial que seja criada uma Brand Persona que possa interagir de forma mais humanizada com os seus seguidores.

Criar uma personalidade e uma linguagem específica é tão importante quanto definir uma faixa etária para esse avatar. Assim, será mais fácil usar um padrão de comunicação com o público-alvo.

Uma página de conteúdos educacionais, que aborda assuntos até mesmo sobre bebedouro escola, deve utilizar uma faixa etária semelhante a dos pais dos alunos de todos os níveis de ensino, assim, eles sentirão confiança e proximidade com a persona.

3. Definição do gênero da persona

A princípio, pode parecer que definir o gênero de uma marca não é relevante, mas, com o tempo, esse fator se torna essencial para um diálogo mais assertivo com os seguidores de suas mídias sociais.

Existem empresas ou lojas que vendem produtos específicos para homens ou mulheres, por isso, se comunicar diretamente com eles é essencial para criar uma proximidade e construir uma relação mais profunda e amigável.

Um exemplo disso pode ser um e-commerce que vende pijama de seda feminino. Neste caso, é primordial que a persona criada pela marca seja uma mulher que entenda do universo feminino e use uma linguagem adequada com as clientes. 

4. Definição de gírias ou expressões regionais

Definir onde a Brand Persona nasceu também é importante para criar estratégias e conteúdos que conversem com o público de uma determinada região. Gírias e expressões regionais darão a ela uma característica ainda mais humanizada.

Se uma loja de copos personalizados para festa usar uma linguagem formal para divulgar esses itens essenciais para momentos de descontração, geralmente vivenciados por jovens, a persona não estará muito bem construída.

Para isso, ela deve se apresentar como um jovem que ama festas, baladas e todo tipo de evento que possa fornecer acessórios personalizados, como os copos, para degustar bebidas e tornar esses momentos ainda mais animados e únicos.  

5. Referências utilizadas nos discursos

Algumas empresas têm como base referências que fazem parte de sua essência. Essas podem ser personalidades famosas, como autores, atores, corporações mais antigas e até mesmo pessoas próximas dos seus idealizadores.

Tudo isso é crucial para a construção de uma Brand Persona que apresenta os valores de uma marca tanto em sua comunicação, quanto em sua aparência, como no caso de lojas de roupas de uniforme feminino social moderno.

Além do discurso jovial utilizado nas redes, elas podem usar a sua imagem para representar as referências usadas na criação de todo o seu conceito, desde a fundação até as estratégias de venda.

6. Definição da linguagem visual

Como mencionado anteriormente, a imagem também é importante para comunicar valores e a essência de uma empresa, portanto, estabelecer um padrão de identidade visual deve ser uma de suas prioridades.

Assim, uma persona que use um discurso adequado para o público interessado em reforma de lojas comerciais deve mostrar em seu feed um padrão visual que converse com o conteúdo textual produzido para seus seguidores.

A padronização dos posts publicados nos perfis das mídias sociais deve ser feita constantemente, para que toda a proposta de construção de uma Brand Persona seja efetiva e gere bons resultados no engajamento.

7. Definição da classe social da persona

Como uma persona deve representar a empresa em versão humana, até mesmo a definição de sua classe social deve ser feita, para que ela converse perfeitamente com o seu público-alvo.

Logo, uma loja de chaveiro personalizado atacado deve definir se a sua Brand Persona pertence à classe A, B ou C, para que todos os seus diálogos e ofertas de produtos sejam assertivamente direcionados.

A partir disso, será possível até mesmo criar estratégias de venda mais segmentadas, utilizando a comunicação feita pela persona, de forma a persuadir de forma mais humanizada um grupo específico de pessoas.

Considerações finais

Independentemente de ser uma loja de corda de crachá personalizada ou de roupas de grife, uma marca deve contar com o auxílio de uma Brand Persona para estabelecer um padrão comunicacional com os seus clientes.

Em uma era cada vez mais digital, transformar o ambiente das mídias sociais em uma forma de estreitar os laços com o público pode ser uma grande chance de crescimento e desenvolvimento de um negócio.

Para isso, usar uma persona que representa os valores e essência de uma empresa é uma das práticas para a construção de estratégias de marketing mais assertivas e que gerem resultados satisfatórios.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 4 =