Negócios e Política

A pandemia e o trabalho remoto

A pandemia e o trabalho remoto

A pandemia modificou a forma de trabalho em todo o mundo. Antes escritórios cheios, hoje muitos colegas nem se conhecem, pois alguns foram contratados durante a pandemia e no modelo remoto.

Os desafios, no início, foram grandes, pois os profissionais que iam diariamente para o escritório não estavam acostumados a trabalhar de casa, tendo por vezes a família interferindo e interagindo o dia todo, além de também não terem um escritório e ou computador para poder executar o melhor trabalho possível.

Um grande desafio também atingiu o time de recursos humanos e as contratações. Antes, o profissional podia fazer a entrevista presencial, com o gestor do setor e o profissional de RH, realizar prova, enfim, conforme era a dinâmica. Também o time administrativo fazia todo o processo de recebimento da documentação, conferência, preenchimento e liberação ao funcionário presencial.

Contratações e recursos humanos

A partir de março de 2020, muitos profissionais do mundo tiveram que se adaptar e reinventar, e um deles, de exemplo, temos o RH, que precisou modificar sua rotina na hora de captar recursos e novos funcionários.

As entrevistas, antes presenciais, passaram a serem realizadas remoto, ou seja, a contratação de serviço de software para realização de chamadas foi importante para a tarefa.

Alinhar a agenda do profissional com os gestores que participam do processo seletivo também foi um desafio, pois as agendas sempre são concorridas.

Depois uma maneira de aplicar a prova sem que o candidato pesquise as respostas, pois nas empresas que possuem prova técnica, a contratação dependerá da nota dessa avaliação.

Também por conta da pandemia e trabalho remoto, o procura ficou maior que a oferta, e o RH foi diretamente impacto com as admissões e também com as demissões.

Área de informática e negócios

Com o crescimento e aquecimento do mercado de TI, a busca por profissionais das diversas áreas como desenvolvedores, analistas e auxiliares ficou difícil quando o mercado brasileiro competiu também com empresas externas, que buscaram os profissionais de outros países para seu quadro.

Muitos profissionais que não conseguiram um expressivo aumento de salário, optaram por trabalhar com empresas no exterior, ganhando em dólar ou euro, dificultando ainda mais o recrutamento.

Nesse mercado, muitas empresas passaram a oferecer alocação de profissionais, realizando pros RH’s toda a parte de entrevistas, provas, e afins, para que o melhor time seja contratado, para alocação permanente, em um projeto específico ou para seu negócio.

Para esse trabalho, a empresa Nobug, fábrica de software e alocação de profissionais de TI pode realizar trabalho pelo seu RH.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 + 14 =